INESQUECIVEL!

Alegria dos apaixonados: Corinthians volta à elite!
Sáb, 25 Out, 06h30 – Yahoo! Notícias

Por Lancepress

Não importa se o futebol esteve abaixo da média, se Douglas e Chicão marcaram os gols da vitória do Corinthians – 2 a 0 sobre o Ceará -, se Herrera jogou como um leão no gramado, ou se o adversário pouco ameaçou o gol de Felipe. O Pacaembu da tarde deste sábado foi pura e simplesmente a eufórica paixão pelo futebol que ninguém jamais conseguiu explicar.

É o amor de uma nação que se agarra ao esporte como se este fosse, se de fato não o é, o único álibi da alegria que põe fim às rotinas. Não somente por ser corintiano, não por tratar-se apenas da brilhante Fiel. Tudo isso vai além de ser alvinegro, tricolor, branco, amarelo ou negro. O que o Pacaembu viu nesta tarde de fim de outubro foi a síntese do que é ser, sobretudo, brasileiro.

Dentro de campo havia um nervosismo natural. Em inúmeras partidas nesta Série B o Corinthians apresentou um futebol de melhor qualidade. Dentinho, principal destaque das últimas partidas, esteve apagado e praticamente não pegou na bola durante o primeiro tempo. Mas futebol não se joga apenas com as bolas nos pés. Desde o primeiro minuto de partida havia uma certeza em todos os cantos do estádio que seria impossível derrotar o Timão nesta tarde. Era o dia da redenção.

Até mesmo o Ceará parecia acuado por esta atmosfera. O time de Lula Pereira não escondeu durante toda a semana que entraria em campo para contra-atacar. E a primeira medida para esta tática funcionar é estabelecer uma boa defesa, que proporcione uma rápida saída de bola. Visivelmente não dava certo. Primeiro porque o Ceará tinha apenas um atacante pesado (Sérgio Alves). Segundo porque o Corinthians não avançava sua marcação, deixando de proporcionar espaços para os cearenses.

Com isso, o Corinthians chegou à vitória sem construir belas trocas de passes. Dois jogadores simbólicos nesta partida protagonizaram os dois tentos. Herrera no primeiro lance, quando dividiu com um zagueiro, caiu no chão, levantou-se, driblou o mesmo zagueiro que o derrubara e chutou na trave. Sua raça, entretanto, foi recompensada pelo rebote no pé esquerdo de Douglas. No segundo gol, Chicão aplicou uma finta na cobrança de falta e se mandou para a área. Cristian cobrou e, no rebote, o zagueiro completou. Tanto Herrera quanto Chicão retornavam ao time neste jogo. O atacante, por contusão e o zagueiro, por suspensão.

Como o Barueri não superou o Paraná na Arena Barueri (o jogo terminou 2 a 1 para os paranaenses), o Corinthians garantiu seu acesso. Mesmo que perca todas as partidas até o fim da competição ficará, na pior das hipóteses, em quarto lugar. A crônica anunciada da queda e ascensão corintianas está completa e não faltarão ingredientes para tal. Ações de marketing, canções do Rei Roberto Carlos e até um documentário intitulado “Fiel” estão sendo preparados.

O Ceará, por sua vez, viu seu remoto sonho de disputar a Série A 2009 ficar mais distante. Existem chances de classificação, mas dez pontos separam o Alvinegro cearense da zona de classificação.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 0 CEARÁ

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)

Data/hora: 25/10/2008 – às 16h10 (de Brasília)

Árbitro: Maurício Aparecido de Siqueira (MT)

Auxiliares: Luiz Fernando Irineu da Silva (MT) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

Público e renda: 32.341 pagantes/R$ 660.445,00

Cartões Amarelos: Fabrício E Marcos Paraná (CEA)

Gols: Douglas, 8’/1ºT, (1-0); Chicão, 3’/2ºT, (2-0)

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Morais (W. Saci, 35’/2ºT) e Douglas; Dentinho e Herrera. Técnico: Mano Menezes.
CEARÁ: Adilson, Dedé, Fabrício, Dezinho e Jorge Guerra; Michel, Chicão, Cleisson, Marcos Paraná (Ederson, no intervalo) e Cadu; Sérgio Alves. Técnico: Lula Pereira

Acho que mais palavras sao desnecessarias… Hahaha!

2 comentários em “INESQUECIVEL!”

  1. Vc escreve muito bem sobre o Corinthians, mas quero saber de vcs. . . . . vc não entra no MSN pra falar comigo, mas fala com os amigos. . . . . . estou com saudades e sinto falta de falar com vc.
    Espero que esteja tudo bem aí. . . . . .
    Amo vcs e sinto saudade.
    Era mais facil quando eu podia ligar pra Jundiaí. . . . . .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s