“Depois De Um Ano Passa…” Mentira, Passa Nada!!!

Não tenho muita certeza se contei isso aqui no blog, mas acho que sim! Claro que não consigo me lembrar de tudo que já bloguei, mas me esforço… Bem, do que estou falando? Desde que cheguei aqui, ia conversando com as pessoas e elas sempre me diziam, em sua maioria, que depois de um ano as coisas melhoram, que a gente se acostuma e começa a ter uma vida diferente, se sentindo “em casa”… Especialmente os brasileiros, que sempre quiseram me animar e destacar as vantagens e (des???) vantagens de viver fora do Brasil… Digo vantagens e vantagens porque é assim mesmo que soa aos meus ouvidos:” viver aqui é tudo de bom”!

Longe de mim ser uma pessoa ingrata, cega ou até mesmo mal agradecida, em relação à tudo que a vida tem me proporcionado (quem lê meu blog sabe o quanto falo bem de tudo por aqui, até mais que deveria, eu acho…), mas a verdade é uma só: NÃO PASSA! Estou comemorando (será mesmo?) um ano e meio de Austrália! Moro numa casa legal (beeeemmm legal, acredite!), num bairro lindo (coisa de filme), numa cidade maravilhosa (nada à ver com o Rio de Janeiro, mas maravilhosa) e quando as pessoas leêm, ou ouvem isso, ou sabem disso de alguma forma, sempre imaginam um verdadeiro paraíso na Terra!

Estou cansada de receber recados, emails, comentários, de gente achando que viver aqui é o melhor que se pode ter no mundo, uma vida de “glamour” como brincam alguns ou de viagens, como perguntam outros, ainda hoje: “E a viagem, como está?” Que viagem, meu Deus do Céu??????? Não estou fazendo turismo, gente; tenho vida real como todo mundo! Tenho que lavar, passar, cozinhar, trabalhar, fazer dieta e exercícios, como todas as pessoas normais! E ainda tenho que fazer tudo isso em Inglês, tentando entender e me fazer entender diariamente, tentando ter certeza de que estou dizendo (e ouvindo) a coisa certa até prá comprar uma coisa besta no supermercado!

E o pior de tudo isso: temos que conviver com essa saudade insuportável, essa coisa apertada na garganta cada vez que a gente vê uma foto no orkut, cada vez que recebe uma carta ou email de alguém que você ama, cada vez que fica sabendo de um problema que você sequer poderia resolver se estivesse lá perto, mas poderia abraçar as pessoas e dizer o quanto se importa, mesmo não podendo fazer absolutamente  nada! Não passa… Definitivamente, não passa… A vontade de estar perto à cada aniversário de uma pessoa importante prá você, em dias de festas especiais ou feriados, em ocasiões que você realmente sente um buraco dentro do peito, um rombo no estômago, um sentimento quase incontrolável que faz você repensar no porquê de estar tão longe… sabe uma sensação de pensar “eu quero voltar prá casa???”

Não quero desanimar ninguém que está vindo prá morar, nem estudar, ou o que seja; apenas gostaria que as pessoas soubessem como muitos de nós nos sentimos longe da família, dos amigos, da nossa vida! E dizer àqueles que, como eu, estavam esperando “passar”, que a gente se acostuma sim, que a vida continua sim, que as coisas acontecem sim, mas é preciso saber viver com a falta de coisas e pessoas insubstituíveis na vida da gente… Têm dias que a deprê chega forte, que o choro fica insistindo em saltar de dentro da gente e que a TPM piora anos-luz! Hahahahaha! E aprender à conviver (e controlar!) isso tudo é que é o VERDADEIRO DESAFIO de morar no exterior… Sem dúvida alguma, quando eu for embora daqui, a maior conquista não terá sido um super Inglês, um curso legal, uma posição melhor ou um salário gigante… Terá sido, sem nenhuma dúvida, um caráter menos frágil  e um domínio próprio mais crescidinho, sem achar que o mundo roda porque estou nele! E viva o crescimento interior!!!

 

17 comentários em ““Depois De Um Ano Passa…” Mentira, Passa Nada!!!”

  1. Carol,

    Thank`s God que eu passei a acompanhar seu Blog. Amanhã cumpriremos uma etapa importante do nosso projeto de ida para a Austrália e é bom saber da realidade como vc diz: é dura mas vale a pena. Minha esposa te escreveu dias atrás (Karen) e vai gostar de ler também essa sua mensagem. Eu sou o cara do visto 176 (sponsored). Agora mudou bastante coisa aí com relação às regras, mas espero que dê tudo certo.

    Um abraço, fica com Deus e em breve nos encontramos.

  2. Olá Eduardo!

    Eu que agradeço à Deus por ver esse blog servindo prá ajudar as pessoas… Não tem preço!
    Sim, temos trocado alguns emails e espero de coração estar sendo de algum proveito prá vcs nessa fase de mudanças tão radicais…
    As regras realmente estão mudando, e está ficando cada vez mais apertadinho prá vir prá cá, mas vale o esforço!
    Certeza, nos encontraremos tão logo vocês estejam aqui! Quero ajudar a Karen com as dicas práticas do dia-a-dia! Isso faz muita diferença no começo!

    Abraço também e boa sorte com os últimos preparativos por aí…

    E precisando, é só chamar!!!

  3. Oi Carol !!, tenho acompanhado o seu blog e o da Brenda, apesar de que qdo vcs moravam aqui no Brasil não eramos mto próximas , mas sempre te admirei como uma mulher forte ,otima esposa e mãe , adorava suas aulas na escola de líderes rsrs….
    Desejo de todo o coração que Deus te de forças para suportar a saudade daqui que imagino que realmente não seja fácil ,viver longe de todas as pessoas que vc ama , e enquanto eu lia o seu post me lembrei de um versículo, bem conhecido mas que acho lindo Josué 1.9 ….
    bjss e saudades

    1. Olá querida!

      Obrigada pelas palavras carinhosas e de incentivo…
      Só Deus mesmo!
      Ah! Eu também adorava dar aulas prá vocês na Escola de Líderes!
      Hehehehe!

      Beijos!

  4. “é preciso saber viver com a falta de coisas e pessoas insubstituíveis na vida da gente…”

    Realmente, como vc disse, pra mts aparenta ser um “glamour” mesmo morar em um país com a boa fama da Austrália… conversando com a Ari esses dias sobre a última conversa q tivemos no msn, em q vc compartilhou um pco destas desvantagens e dificuldades, ela falou exatamente isso, q vc escreve (frase acima). Tentamos imaginar a dor e o desafio de vcs mas com certeza não chega perto do q estão vivendo…

    Porém, fico feliz q vc esteja bem consciente de q o propósito é realmente q vcs sejam aperfeiçoados… tenho aprendido isso com Deus, q o foco pra Ele é o processo… O nosso pode ser, como vc disse, se aperfeiçoar na carreira, na vida financeira, mas o dEle, ah o dEle tem a ver com nosso interior, q é aperfeiçoado NO, leia-se “DURANTE” o processo! E pelo jeito vc tem aprendido isso tb! =)

    Bjss

  5. Isso aqui é a maior escola da minha vida, Quel!
    Cada dia que a gente acorda é um novo desafio, uma nova experiência, um novo crescimento em todas as áreas!
    Mas o importante é não deixar de lado o espírito empreendedor, a esperança, a fé em Deus, na vida, em si mesmo…
    E embora existam as dificuldades (tudo que vale à pena não é fácil!), a gente vai se superando e aprendendo a vencer cada nova batalha diária que vem pela frente!

    Beijos!

  6. Parabéns pelo post no blog! De todos que eu li…e olha que eu leio tudo que você escreve…rs…de todos, esse foi o que mais me fez repensar a minha vida aqui no Brasil. Você tem toda razão, Carol. A gente sabe de tudo isso, mas só dá valor quando está longe. Apesar de ser contraditório com a saudade que você deve estar sentindo, a experiência de viver e morar no exterior é única na vida de um ser humano.

    Abs, Letícia

  7. Oi Letícia!

    Obrigada por ler tudo que escrevo! Nem sempre escrevo coisas boas, às vezes estou tão amarga! Mas obrigada!
    Verdade, tudo é muito contraditório dentro da gente… Mas tudo nessa vida tem preço! TUDO! E a saudade é um preço alto, creio eu…
    Espero que no fim tudo isso tenha valido a pena!

    Beijos!

  8. amiga,
    acho que nao vai passar nunca…
    vamos so nos ” acostumar” e deixar que a vida nos leve …
    é assim que me sinto… penso muito em ir embora , mas nao temos previsao mais.. e me da um panico em pensar isso😦
    agora com a lena fica tudo ainda mais dificil…
    nao passa nao.. e nunca vai passar.. so temos que achar um jeito de viver melhor no lugar onde estamos…
    bjs dani

    1. Oie amiga!!!!

      Você tem toda a razão… não passa!
      Mas ainda brigo muito com a vida, nessa coisa de deixar que ela me leve, entende?
      O mais difícil de tudo é essa situação de não ter previsão de volta, exatamente como eu! A dor da dúvida é fogo!!!
      Certeza, a gente tem que tentar melhorar sempre e segurar a onda até onde for possível!

      Beijos em vc e nessa menina mais fofa do mundo!!!

    1. Hehehehe!
      Ando sumida mesmo…
      Qualquer hora te conto tudo, quando a gente se encontrar no MSN!
      Mas continuo bem aqui, no meio do fim do mundooooo!

      Beijos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s