Férias (?!) No Brasil!!!

Como contei prá todo mundo, há dois posts atrás, depois de 2 anos no meu “exílio” aussie, fui para o País das Maravilhas (leia-se BRASIL!), imaginando férias e momentos de descanso! Hahahahahahahaha! Desculpe pela gargalhada internáutica, mas ela saiu de verdade enquanto eu escrevia aqui em casa! A única coisa que não tive no Brasil durante meu mês “de férias” foi justamente… FÉRIAS!

Não sei se nosso conceito de férias é parecido, mas quero te ajudar a caminhar no meu raciocínio… Segundo o dicionário, a palavra férias significa: “s.f.pl. Época de repouso. O corpo humano não pode atuar com toda sua potencialidade sem períodos freqüentes de repouso. Há muito os médicos reconheceram que várias doenças do corpo e do sistema nervoso podem ser curadas apenas com a ausência da atividade normal e cotidiana. A mudança da rotina cotidiana que ajuda a restaurar o corpo, a mente e a disposição das pessoas chama-se férias.”

Bem, não repousei, não tive restauração no corpo, nem disposição, mas fiquei MUITO cansada! O que vivi nos dias em que estive no Brasil foi uma verdadeira correria, passando por 5 cidades diferentes, visitando parentes, família, amigos, num ritmo alucinado, sem dormir bem por causa do fuso horário e a mudança constante de camas e afins! Você pode me achar uma chata, rabugenta, fresca, o que seja, mas o pique foi dureza! Minha família mora em uma cidade, a família do meu marido em outra, e a gente morava há mais de 10 anos em uma terceira cidade, onde estão nossos amigos e Igreja! Impossível reunir todo mundo num só lugar e ao mesmo tempo! Então, fui passando de lugar à lugar, de cidade em cidade, até visitar todo mundo! Bem cansativo!

E o que mais  senti falta, de verdade, foi de passear pelos meus locais preferidos, gastar tempo descansando, bater papo furado sem me preocupar com a hora, ou a próxima visita, andar na praia, relaxar, fazer nada!!! Algo tipo… Férias??? Hahahahahaha! É fato que fui à Campos do Jordão por UM dia e no meu Shopping preferido em Campinas, também por UM dia, e consegui caminhar na praia em Caraguá apenas UMA tarde, mas fora esses momentos, os demais dias passei cumprindo agenda! Ah! E tive uma tarde corrida ( mas deliciosa!) em São Paulo, antes de embarcar! Foi muito bom ver todo mundo, matar as saudades das pessoas que a gente ama, mas na próxima quero mais tempo (e dinheiro!) prá descansar um pouco, prá dar uma fugida de uns 3 dias, intercalando as visitas, almoços e jantares com as pessoas, com tempos de descanso, de FÉRIAS efetivas…

As pessoas ficam muito felizes com a chegada da gente, mas confesso que em alguns momentos me senti um pouco “sufocada”, um tantinho cobrada, por coisas do tipo: “mas vai ficar só isso aqui?”, “vai jantar na minha casa apenas uma vez?“, ” vai me dar apenas esse tempo de sua viagem?” “foi legal ver você, mas foi tão rápido!” As pessoas não param prá pensar que você é UMA, enquanto elas são várias! Poucas foram as pessoas que realmente consideraram a minha vinda um presente, um privilégio, um momento único… Poucas pessoas aproveitaram o tempo ao meu lado, ESTANDO comigo, apenas pelo fato de aproveitarem minha presença… Gastei mais tempo me desculpando, me explicando, dando satisfações do meu itinerário, do que  AMANDO as pessoas! Isso não foi bom… Na próxima, quero fazer diferente.  Ainda não sei como, mas vou descobrir um jeito!

Caminhada na Avenida da praia em Caraguá!
Visitinha corrida à Campos do Jordão!
Meu Shopping preferido - Campinas, SP!
Minha tarde deliciosa em São Paulo! QUERO MAIS!

14 comentários em “Férias (?!) No Brasil!!!”

  1. Eu tb amei essa tarde em São Paulo. Pela primeira vez em 13 anos eu curti como se fosse turista, andando com uma maquina na mão tirando fotos de tudo. (Tinha horas que me senti ridicula fotografando o café. . . . rrsrsrsrsrs, mas valeu muito e pena). O mais importante de tudo é que estava com vc e com minha mãe e realmente isso não tem preço. Dá um beijo enorme em todos e amo demais vcs. Filó

    1. Eu tb curti demais nossa tarde…
      Essa é uma das coisas que quero fazer mais quando estiver aí… Curtir mais São Paulo! Adoro esse lugar!
      Estar com vcs realmente foi a melhor coisa! Adorei!
      Beijos dados!
      Também amamos muito vcs…

  2. amiga.. sei bem isso que vc ta sentindo.. da um aimpressao de nada ser suficiente pra quem fica la na terrinha ne? e pra nos, queremos tanto agradar que nao temos tempo de aproveitar…
    aff.. passei por isso 2 x ja…
    e na ultima como te falei senti um choque danado quando cheguei.. mas faz parte quando temos filhos o olhar muda ne?
    fica bem.. bjs dani

  3. Ai amiga, bem isso que você disse!
    Voltei sentindo que poderia ter feito mais, que poderia ter deixado as pessoas mais felizes, mas que também deveria ter aproveitado mais…
    Não é uma coisa barata nem simples de se fazer, não posso ir ao Brasil quantas vezes quiser, até porque é longe DEMAIS, então fica essa sensação estranha!
    Sobre o choque danado, nem te conto! Ainda vou blogar sobre isso, mas posso te adiantar que decidi ficar aqui por mais tempo do que o planejado!
    Que medo de voltar, amiga, e tomar A PIOR decisão da minha vida!
    Sim, com filhos muda TUDO! A gente sempre deseja o MELHOR prá eles, não é mesmo?
    A gente se fala…
    Vou ficar bem, sim, sem dúvidas… Obrigada!
    Beijos!

  4. Não sei o que aconteceu com o meu comentario. . .ele sumiu. Mas. . . . mais uma vez gostaria de dizer que a sua tarde deliciosa em São Paulo foi a minha tb. Em13 anos morando aqui, foi a primeira vez que olhei São Paulo com olhos de turista. Amei tirar suas fotos. . .estar com vc e minha mãe. Foi um dia incrivel pra mim, compartilhar esse momento com vc. Espero não ter sufocado vc e que sua ultima tarde no Brasil tenha sido descontraida e divertida. Pra mim foi. Te amo demais. . . . . . . curta bastante sua nova impressão da Australia. . . . . . . Acabei de ler no blog da Bre que “Saudade” é “…o amor que fica”, então saiba que o amor que vc deicou é enorme. . . . . . . . . Que Deus abençoe todos vcs e espero que possamos nos reencontrar muito em breve. Filó

    1. Fica sossegada, minha linda! Você não me sufocou, não… A vida tem dessas coisas… As pessoas que a gente gostaria que nos sufocassem, são suficientemente educadas ou com desconfiômetro para nos fazer ficar à vontade…
      Sufocar os outros é coisa de gente que se sente inseguro quanto à posição que ocupam em nossas vidas e querem se manter no TOPO à qualquer custo!
      Amei tudo com vcs e quero voltar logo prá gente repetir tudo! Em maior quantidade!
      Na próxima, saberei priorizar o que realmente é importante PRÁ MIM!!!
      Contando os dias prá gente se reencontrar…

      Beijos!

  5. Apesar de nunca ter estado longe da minha casa, acho que entendo o que você quer dizer. Durante cinco anos, minhas “férias” do trabalho eram propositadamente nos momentos mais apertados da faculdade. Aí terminei a faculdade e tirei vinte dias. Não fiz nada do que queria ter feito e já estou ansiando pelas próximas. Se eu vou conseguir fazer o que quero, só Deus sabe.

    Beijos

  6. Olá Cíntia…

    Não desanime… continue tentando!
    Eu mesma já estou com novas idéias para as minhas próximas férias!

    Abraços!

  7. Olá Carolina,
    Tudo o que já li escrito por si É SIMPLESMENTE MARAVILHOSO! Mexe com a nossa alma, com o nosso sentimento.
    Eu também já fui imigrante e, meu Deus, como eu a compreendo . . .
    Já lhe tinha deixado um pedido e vou repeti-lo: gostaria muito que me enviasse um mail para poder falar consigo por Skype ou Messenger ou, por que não, por mail, pode ser?
    Já estive no Brasil 3 vezes, pois tenho lá amigos do peito e ler os seus artigos é muito gratificante.
    Um abraço,
    Fernanda.
    06/08/2010.

  8. Olá Fernanda!

    Fico feliz que esteja gostando do que está lendo; exatamente para isso que escrevo, para gerar essa identificação com as pessoas.
    Seu email já está anotado, entro em contato em breve!

    Um grande abraço!

  9. Hello Carol,
    Hoje li a sua reportagem sobre as suas férias no Brasil, ilustrada com fotos, que bacana . . . Para mim foi também recordar S. Paulo, Campos de Jordão linda cidade, com os vasos floridos e pendurados ao longo das ruas, o teleférico que utilizei para deslizar do alto da montanha. Estive também numa Basílica muito famosa que preparavam para a visita do Santo Padre (estupidamente, de momento não me lembro do nome- Sra. Aparecida – será?). Lembro que a minha permanência ali me proporcionou uma tranquilidade inexplicàvel. E esta lembrança transporta-me também à visita que fiz para assistir à celebração do Padre Marcelo Rossi (que conheci em Portugal anos antes). Foi outro momento em que o envolvimento de todos os presentes me tocou profundamente. Guarujá, outro “must”, um local muito aprazível onde passei dias de praia maravilhosos! E o Rio, uma das cidades mais lindas que já conheci, apesar do provocante contraste . . . as fantásticas cataractas da Foz de Iguaçu . . a barragem de Itaipu . . . o Pantanal, o contacto com a natureza . . . enfim tanta coisa linda!
    Que “lindo” que é o Brasil com as suas gentes alegres e simpáticas!
    Quem sabe, onde dia encontramo-nos lá!?
    Um abração,
    Lourencitta.
    08/09/2010

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s