Vai mudar para a Austrália? Pergunta lá!

Esse micro post é para a galerinha que em breve estará de mudança aqui pra Aussieland. Sei que tem muita gente quase chegando e eu ainda não tive tempo de responder a todas as perguntas por aqui ou pelo email. Faz o seguinte: me segue no Snapchat e no Instagram. Tô lá o tempo todo, porque carrego o celular comigo pra todo lugar. Assim, fica mais fácil (e rápido) de dar um help imediato para quem tá com urgência! E de quebra, você ainda aproveita pra conhecer um pouco mais sobre Melbourne… Nos falamos em breve (agora ficou fácil, hein?!?) ;D

IMG_6462

IMG_6463

Merry Christmas From Melbourne

Passadinha super rápida pra desejar aos leitores do Blog um Natal maravilhoso, de paz, amor, saúde, alegria e muitos planos de visitar a Austrália no ano que vem! Que Deus permita estarmos aqui por muito tempo ainda, ajudando, contribuindo e compartilhando tudo que Melbourne tem de melhor… Abraço a todos e fiquem com Deus! Fim de ano iluminado pra cada um!

Com amor,

Carol*

IMG_7475

IMG_7466 IMG_7471 IMG_7484 IMG_7506 IMG_7561 IMG_7527 IMG_7538 IMG_7554 IMG_7665

White Night Melbourne – A night like no other

Foi ontem. O maior evento que eu já vi nessa cidade. Para quem é de São Paulo, foi uma noite semelhante a que temos por lá, conhecida como Virada Cultural, porém com duração de apenas 12 horas. Digo apenas, porque o tempo foi muito curto; impossível participar de todas as atrações da noite, espalhadas pela cidade. Tendo como nome WHITE NIGHT MELBOURNE, e subtítulo “A night like no other” (Uma noite como nenhuma outra), o excitante evento foi inspirado por uma rede internacional chamada “Nuit Blanche” (Noite Branca), originalmente concebido em Paris, França, em 2002. É uma tentativa de tornar arte e cultura acessível à grande massa, em espaços públicos, gratuitamente. Em 2013, Melbourne foi a primeira cidade da Austrália a se juntar à fileira de vinte e três cidades globais (veja a lista das cidades AQUI), produzindo eventos similares durante toda a noite.  No Brasil, a cidade de Belo Horizonte estará sediando o evento no dia 14 de setembro.

De fato, foi uma oportunidade maravilhosa de Melbourne se mostrar como a “capital” internacional da inovação artística da Austrália, e celebrar o compromisso da cidade com a arte, a música e a cultura. Contando com mais de 115 diferentes atrações, ocorrendo simultaneamente por toda a cidade, a “Noite Branca” atraiu uma multidão de mais de 300.000 pessoas, estimam os organizadores. O diretor artístico, Andrew Walsh, disse estar extremamente satisfeito com a participação e o comportamento de quem assistiu. “O que vimos ontem à noite foi uma cidade transformada, uma multidão além da nossa mais ousada imaginação e experiência. Nenhuma cidade na Austrália tinha jamais visto algo como essa noite,” declarou Walsh.

A Polícia de Victoria declarou que, apesar da grande multidão, a noite transcorreu sem grandes incidentes relatados. O evento terminou as 7 da manhã, com uma “procissão” de cantores e músicos, num grande coral para saudar o nascer do sol, tocando uma música escrita especialmente para o evento, por Felix Riebl, vocalista da banda The Cat Empire. A resposta dos melbournianos à noite foi positiva, embora tenham ocorrido muitas manifestações em redes sociais e meios de comunicação sobre a má gestão da multidão, o lixo produzido e o barulho durante a noite. A grande maioria, porém , expressou a sua frustração por causa da dificuldade enfrentada com as redes de telefonia, que praticamente entraram em colapso durante a madrugada. Na realidade, por ser o primeiro evento desse porte, os organizadores estimavam receber cerca de 100.000 pessoas, sendo realistas.

Notícias a parte, minha noite foi espetacular! Amei cada segundo, à despeito da multidão, do calor, ou qualquer outro problema. Minha  lista de eventos para visitar foi de aproximadamente 36 atrações, das quais consegui ver 23. Voltei pra casa com aquele gostinho amargo de “quero mais”, pensando em cada coisa que deixei de assistir. Porém, à medida que revi as fotos hoje e relembrei cada sensação, cada momento, cada emoção, só pude concluir que valeu muito a pena, cada segundo. Como admiradora profunda da ARTE em geral, me apaixonei completamente por cada artista, cada obra, cada efeito que tanta arte causou em mim, em apenas uma noite. O bom disso tudo é saber que os planos incluem mais duas noites como essa, na última semana de fevereiro de 2014 e 2015. Chega de papo! O vídeo e as fotos vão falar mais do que eu…

Este slideshow necessita de JavaScript.

10 Anos De Federation Square

A Federation Square (também coloquialmente conhecida como Fed Square) é um centro cívico e recinto cultural da cidade de Melbourne, Austrália, inaugurado em 2002. É um empreendimento de uso social e cultural, cobrindo uma área de 3,2 hectares e gira em torno de dois grandes espaços públicos: praças abertas (St. Paul’s Court e The Square) e uma praça coberta (The Atrium). Ela foi construída em cima de uma plataforma de concreto, posicionada estrategicamente sobre linhas ferroviárias. Está localizada na interseção entre Flinders Street e Swanston Street/St Kilda Road, no coração dos negócios de Melbourne e é adjacente à estação ferroviária mais movimentada da cidade,  a Flinders Street Station. É a segunda atração turística mais popular do Estado de Victória, com mais de 9 milhões de visitas em 2011. É considerado um dos projetos de construção mais complexos e ambiciosos já realizados na Austrália. O design arrojado e audacioso é o resultado do trabalho de um laboratório de Arquitetura em conjunto com os maiores arquitetos australianos. Numa fusão única de atividades cívicas e culturais, é reconhecida internacionalmente como um dos maiores espaços públicos do mundo.
Hospedando mais de 2000 eventos a cada ano, a Federation Square vibra com festivais culturais, exposições, lançamentos de eventos, performances, fóruns, filmes, concertos e desfiles de moda. A vida na Fed Square é tão rica e vibrante, que não há dúvida de se encontrar algo emocionante acontecendo sempre que você for visitá-la. É onde acontecem as manisfestações, comemorações, Copas do Mundo, celebrações de Ano Novo, enfim, todo tipo de celebração conjunta. Foi lá que a Rainha da Inglaterra apareceu, para ser ovacionada pelos seus “súditos” aussies; onde Oprah “deu o ar de sua graça”, quando visitou a Austrália; onde pessoas comuns se encontram diariamente e onde povos de diversas partes do mundo celebram a multiculturalidade de Melbourne. Esse lugar tão querido pelos “melbournianos” está fazendo 10 anos e, para comemorar, todos estão convidados para um fim de semana de atividades gratuitas de 25-28 de outubro. Se você já está por aqui, não deixe de fazer parte dessa festa linda; se você está lendo meu post longe da Austrália, agora já conhece mais um lugar importante por aqui e pode planejar uma visita em sua passagem por essa cidade maravilhosa. Parabéns, Federation Square!!!

5 Coisas Imperdíveis Em Melbourne (IV)

Com a chegada da primavera, o clima melhorando um pouquinho (POUCO MESMO, acredite; quase não dá pra perceber…), toda a cidade começa a parecer mais animada, mais alegre, mais cheia de gente passeando e planejando passeios externos. Melbourne é linda em qualquer época do ano, mas, como amante do inverno, devo confessar que tudo parece mais “alegre”, inclusive as pessoas, quando começa a esquentar. Uma das atrações que mais gosto, com certeza merece um clima quente e um lindo dia de sol. Se você for um admirador do frio, assim como eu, não veria problema algum em fazer esse passeio no inverno, desde que fosse num agradável dia de sol. Aqui venta tanto, mas tanto, que é capaz da gente sair voando, se o clima não estiver realmente favorável. Infelizmente, só fica disponível em épocas mais quentes do ano. Por isso vale a pena conferir, se estiver por aqui nesse período.

4. Passeio de Barco pelo Rio Yarra: você pode explorar Melbourne através de um pitoresco passeio de barco pelo Rio Yarra, a antiga hidrovia que continua a nutrir e a definir a cidade. Os melhores operadores de barcos de Melbourne estão localizados na Federation Square – e oferecem uma gama de passeios e serviços de pequenos cruzeiros para visitantes e moradores. É uma ótima maneira de explorar a excitante cidade, porém de uma forma diferente, através de outros ângulos e aspectos. O serviço funciona entre novembro e março, e permite que os passageiros tenham vistas inéditas durante todo o dia. Um dos meus itinerários prediletos é o que sai da City, em frente ao Southgate, um pequeno centro de compras e restaurantes na beira do rio. De lá, o barco parte em direção ao mar, sentido Docklands, passando pelo porto e ancorando no bairro de Williamstown, um dos lugares mais adoráveis de Melbourne. Você pode comprar o passe ida e volta, já que o barco fica ancorado lá por algumas horas. Você pode usar esse tempo passeando pelas lojinhas, restaurantes, cafés e parques lindos à beira-mar. Com certeza, um dos passeios mais agradáveis que se pode fazer pela cidade, num dia de sol e calor. Imperdível!!!

5 Coisas Imperdíveis Em Melbourne (III)

Melbourne é uma cidade totalmente cosmopolita, respirando diversidade, cultura, música, arte, e também repleta de atrações para todos os gostos (e bolsos, é claro!). É impossível passar um tempo por aqui sem ter a sua própria lista de coisas incríveis para sugerir. Quanto mais eu vivo aqui, ando, conheço e exploro, mais me apaixono e mais quero compartilhar. Numa lista que era pra ser de cinco, já tenho mais de DEZ coisas legais para indicar. A sugestão de hoje é pra quem gosta de frio, ou, pelo menos, para quem consegue passar frio e ainda se divertir…

3. Chill On Ice Lounge – (BAR DE GELO) NO SOUTHGATE COMPLEX:  imagine se sentir no meio de um inverno profundo na Antártida, mas estando no coração de Melbourne??? Você poderá desfrutar de uma bebida, rodeado por mais de 50 toneladas de gelo esculpido, numa temperatura de -10 graus. Tudo dentro do bar é feito de gelo – desde os bancos, o sofá da sala de estar e até mesmo o copo em que você vai beber! O local conta com uma iluminação especial que define o tom, fazendo com que rapidamente você entre no clima “glacial”, em meio a esculturas de gelo lindamente esculpidas, criando uma decoração incrível! Logo na entrada, são fornecidos  casacos, luvas e botas de lã, para que todos sejam mantidos quentes e confortáveis no espaço mais legal de Melbourne. Os coquetéis e bebidas de frutas são servidos em copos feitos inteiramente de gelo, que você vai saborear enquanto desfruta de música legal e um serviço acolhedor, em um ambiente totalmente único. O bar de gelo é uma experiência deslumbrante, que verdadeiramente transforma uma simples saída turística num momento inesquecível. Vale a pena conferir! Quando recebi a visita de uma amiga muito querida do Brasil, a gente deu uma passadinha por lá…

Minha querida amiga Carol Araújo e eu, aproveitando o “friozinho” bom do bar de gelo!